O problema do SUS é o foco na doença, diz o presidente da Frente Holística

Giovani Cherini, foi o fundador da Frente Holística e é seu presisente. Em conversa com o jornalista Edgar Lisboa, da sessão Repórter Brasília do Jornal do Comércio, o parlamentar disse que identifica o problema do SUS pelo foco na doença, paradigma que faz com que os recursos nunca sejam os suficientes para a saúde. Leia o trecho correspondente:

Foco na doença

O Sistema Único de Saúde (SUS) é a prova de que o mundo das ideias não traduz bem o mundo real. A ideia é considerada revolucionária: um sistema universal que trata todos os brasileiros gratuitamente. A realidade é outra. Os recursos para a saúde são sempre insuficientes. Para o deputado federal Giovani Cherini (PDT), as mazelas do SUS seriam curadas caso o foco mudasse. “Tem muito dinheiro na saúde, que é usado para tratar a doença. Mas hoje é tudo doença, morte. Não se previne. Nessa direção, sempre vai ter doença e sempre vai faltar dinheiro”. Cherini é conhecido por defender práticas holísticas dentro do Congresso. E ele já conseguiu convencer o ex-ministro da Saúde, Alexandre Padilha (PT), a adotar algumas dessas práticas. Em alguns hospitais, o paciente será tratado não apenas com injeções, remédios e cirurgias. A acupuntura poderá ser usada no tratamento. Cherini também criou a Frente Parlamentar Pró Práticas Integrativas de Saúde. Mas não é fácil. “É um espaço difícil. Nunca se atende pela saúde, é sempre pela doença. Mas a saúde passa pela alimentação até a energia. A grande cura começa pela questão espiritual”. Para o deputado, o programa Mais Médicos foi uma das melhores ações da presidente Dilma Rousseff (PT) exatamente por focar na prevenção. “O Mais Médicos está revolucionando a saúde no País”.

Anúncios

6 comentários sobre “O problema do SUS é o foco na doença, diz o presidente da Frente Holística

  1. Certos alimentos industrializados, bebidas, etc. deveriam ser proibidos, uma vez constatado o seu malefício à saúde pública. Assim, já estaríamos começando a evitar a doença.
    Dando um foco na qualidade da alimentação, em casa, nas escolas, nos restaurantes (elaborando cardápios saudáveis). Ou então: pelo SUS não haver tratamentos de doenças oriundas de “teimosia alimentar”, de álcool, cigarros, drogas,…

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s