Minas agora tem Frente Parlamentar de Práticas Integrativas em Saúde

Seguindo a iniciativa da Frente Holística na Câmara Federal, outras iniciativas tem surgido em outros estados, como em Minas Gerais. Confira:

Atendendo ao requerimento da deputada Liza Prado e outros 14 deputados ao plenário é criada a Frente Parlamentar de Práticas Integrativas em Saúde (Acupuntura, Fitoterapia, Homeopatia e afins) na ALMG, é uma grande conquista em prol da saúde individual e coletiva. A frente parlamentar tem como objetivo promover as Práticas Integrativas em Saúde e o aprimoramento das legislações federais relacionadas ao tema.

A deputada estadual Liza Prado comemora junto à sociedade de “ medicina alternativa” , pois acredita que essa prática é algo mais que vital para o atendimento às famílias e à população ávida por alternativas no atendimento, nas terapias populares e até contando com as biblioterapias.

Para Marco Aurélio Cozzi, delegado do Sindicato Nacional dos Terapeutas Naturistas de Minas Gerais, é uma conquista inédita, no SUS já foram aprovadas 15 terapias “alternativas” são alternativas com menores custos ecológicos e financeiros, tanto pelo uso da vitalista Acupuntura como da Homeopatia, verdadeiras alquimias das medicinas “alternativas”, ecologicamente corretas, populares, etc.

Ocorreu na ALMG uma audiência pública com o tema “Medicinas Alternativas” na Atualidade e Consumidores afins às Práticas Integrativas e Complementares de Saúde. Em pauta, temas como :redução dos gastos com saúde-doença e baixo custo técnico-escolar-profissional, além de abertura do mercado afim aos cursos da área, concursos, convênios, postos de saúde, corporações civis e militares, desportistas, assistência em maternidades, hospitais, emergências, por profissionais de saúde não convencionais que dominam, por formação, essas medicinas “alternativas” como: os médicos sino-orientais (chineses, indianos/ayurvedas, coreanos, japoneses ensinando e prescrevendo em todo o país), seus discípulos, acupunturistas, terapeutas naturistas afins.

Atualmente, o país a fim de provocar um amplo pacto de melhoria do atendimento aos usuários do SUS recebe mais de três mil médicos cubanos, esses médicos buscam amenizar a subsistência dos pacientes cercados pelo caos que chegou o sistema de saúde ultra especializado,caríssimo e lesivo ao consumidor de saúde.

Fonte: Liza Prado

Anúncios

Um comentário sobre “Minas agora tem Frente Parlamentar de Práticas Integrativas em Saúde

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s